13/09/2014

NÃO SEI MAIS O QUE FAZER!


Ela estava vivendo seus dias tranquilamente, pensando estar tudo bem, quando de repente é surpreendida com um enorme problema onde seu filho está envolvido. Na hora fica sem chão, uma mistura de sentimentos  roubam  sua visão como a raiva, a tristeza profunda causada pela decepção, a vergonha das pessoas que lhe conhecem... enfim, parece que uma bomba caiu sobre a sua cabeça.

Com tudo isso, a primeira pergunta que ela faz a si mesma é: _ Onde falhei?  Não bastasse toda essa pressão, surgem pessoas com intenção de ajudar, mas que ficam apontando possíveis erros no modo em como criou seu filho,  opinando de diversas formas... e sua cabeça fica mais cheia ainda!  A grande verdade é que só sabe do problema quem está vivendo, quem está sentindo na pele...  

Nesses momentos a mãe fica tão desesperada,  ela começa a tentar de tudo o que aconselham,  mas vendo que nada está dando certo, a aflição toma conta de seus dias e noites, pois já não sabe mais o que fazer. Chega ao ponto que a mãe está tão machucada, tão pra baixo, tão sem norte, que ela primeiro precisa ser socorrida para que tratada, fortalecida, possa salvar seu filho.  

Assim como não podemos colocar as pernas no lugar dos braços,  as mãos no lugar dos pés, fazer mudanças desordenadamente para que o corpo tenha com perfeição suas funções, da mesma forma temos que começar esse processo de transformação dos filhos primeiramente em nós. Com a sabedoria de Deus, livre de uma fé emotiva, cada mãe saberá como agir para ganhar seus filhos, para restaurar sua família. 


Se você mãe muda, tudo e todos mudarão ao seu redor!



02/09/2014

MÃE, VOCÊ SABE APRECIAR?



Como tem sido maravilhosa a leitura do Livro A MULHER V  com as mães nos encontros mensais do Projeto Mães em Oração. Tantas jóias descobertas na simplicidade do cotidiano de uma mulher... nesse último encontro, um dos capítulos que lemos foi 'Ela Aprecia". E aí você deve estar se perguntando: _ O que isso tem de tão importante, se preciso resolver os problemas com meus filhos? 

Poderíamos falar de cada capítulo do livro e, você, querida mãe leitora deste blog, descobriria diversas jóias raras capazes de a fazerem brilhar,  sendo reconhecida como a rainha que é. 

Hoje vamos falar sobre a virtude de apreciar,  de sua importância na vida de uma mulher V.  Somos mães porque somos mulheres, não é mesmo? 

Quantas mães não esquecem disso quando enfrentam os problemas com os filhos? Quando perdemos o equilíbrio de nossas vidas como mulheres, agimos sem sabedoria e como insensatas podemos derrubar  o lar com as próprias mãos. (Provérbios 14:1)

 Ela Aprecia

"A mulher V aprecia o que tem, e a maneira de demonstrar essa apreciação, é fazendo o melhor para o seu marido, seus filhos e sua casa. Mas o problema geralmente está dentro dela. Começa na verdade porque ela não se aprecia. Acha que não vai dar conta, de todos os seus afazeres, e então ela desiste de tentar. Isso é por que ela não acredita e faz as outras pessoas não acreditarem nela também.

Comece a apreciar a você, pois há uma vencedora aí dentro. Pare de ficar se diminuindo.

Quando começar a se apreciar, vai passar a apreciar as pessoas à sua volta também. E sabe o que acontece quando começa a apreciar outras pessoas? Elas começam a apreciar você."  
Cristiane Cardoso.

Percebe agora a importância de apreciar? 

Aprecie-se mãe como mulher,  e poderá apreciar seus filhos, seu companheiro, sua família, suas amigas... Seus olhos serão tão bons, pois terá a verdadeira Paz dentro de você. Na aparente impossibilidade enxergará apenas uma oportunidade de revelar o tamanho do seu DEUS.