15 de fev de 2015

O PODER DE INFLUENCIAR



Muitas mães devem conhecer a história de João Batista, que anunciou a necessidade de mudança e arrependimento ao povo de Israel para a conquista da Salvação, preparando o caminho para o Senhor Jesus. Suas pregações eram cheias de palavras verdadeiras, confrontavam as pessoas, levando-as refletirem sobre a real condição de suas vidas, de seus erros, negligências.... a tal ponto, que os mais poderosos da época,  como o rei Herodes, passaram a atentar para essas palavras, mesmo que muitos ficassem incomodados por elas,  apesar de tudo,  Herodes temia á João Batista, reconhecendo-o como um homem justo,  sempre perplexo com suas mensagens, com isso, o protegia mesmo diante  do desejo dos que queriam que fosse morto pelas Verdades que João Batista anunciava.

Porém, esse desejo acabou sendo consumado quando a filha de Herodias dançou para Herodes, e ele se encantou tanto que lhe prometeu atender a qualquer pedido seu. Foi quando ela procurou sua mãe para saber o que pediria, e a mãe falou que ela pedisse a cabeça de João Batista,  que foi degolado na prisão e sua cabeça foi entregue em um prato para essa mãe.

Tanto podemos aprender com a vida e exemplo de fé de João Batista, mas não podemos deixar passar de forma desapercebida a conduta dessa  mãe que usou o poder de influenciar sua filha de uma forma tão negativa. Nós mães,  temos o poder de influenciarmos os nossos filhos embora eles sejam livres para fazerem suas escolhas, que muitas vezes é completamente contrária ao que somos e pensamos. Diante desse poder de influência que temos, precisamos estar vigilantes em todo o tempo, para que essa influência não seja gerada através de emoções, sentimentos negativos como a raiva, ódio, mágoa, amarguras... assim como Herodias fez com sua filha. Talvez mãe, você possa achar esse exemplo um extremo, mas é no ímpeto das emoções que nascem as atitudes mais desastrosas.

Precisamos influenciar nossos filhos com exemplos, atitudes sábias, regadas de amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio.

Como ter essas virtudes? Através do Espírito Santo! 

"Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo," (Atos 1:8)

A mãe tendo esse poder, o filho não terá como fugir de sua influência, "porque aquele que está em vocês é maior do que aquele que está no mundo." (1 João 4:4)

Como tem influenciado seus filhos?




Nenhum comentário: