28 de nov de 2014

ELA ACEITOU SER A BABÁ DO PRÓPRIO FILHO


Imagine receber uma notícia de que vão matar todos os bebês...  sendo mãe, o que você faria?

Joquebede, a mãe de um bebê tão amado se viu nessa situação, quando Faraó decidiu que todos os bebês de sexo masculino iriam ser mortos.  Como mãe, você facilmente pode imaginar o que Joquebede passou nesse momento, olhando seu bebê em seus braços,  sabendo que muitos estavam sendo mortos, e que pelo decreto seu filho também seria.  

Porém, a diferença dessa mãe para as demais, foi a sua fé,  ela  não aceitou a sentença de morte para seu filho,  não poupou esforços para ousar, sacrificando.  Conseguiu esconder seu bebê depois de nascido por apenas três meses, e não tendo mais o que fazer, ela foi muito ousada em sua fé. Fez um cesto e quando a filha de Faraó desceu para banhar-se no rio Nilo, cercada de suas criadas que estavam á margem do rio, ela colocou seu bebê no cesto e o jogou no rio.

Mãe, você teria essa coragem? Pois bem, a filha de Faraó quando viu o bebê chorando, teve compaixão, observou que era um filho de hebreus, quando oportunamente a irmã mais velha do bebê se aproximou perguntando se ela não desejava que chamasse uma ama (babá) hebréia para cuidar do menino, e a filha de Faraó aceitou. Então, Joquebede se tornou a babá do próprio filho, ela foi paga para cuidar dele...  É difícil imaginar uma mãe aceitar submeter-se a uma condição assim, mas ela sacrificou para salvar seu filho, pisou em seu orgulho, venceu suas emoções, não se deixou levar pelos sentimentos para agir a verdadeira fé.

Passaram anos até que a resposta do sacrifício de Joquebede veio. Quem poderia imaginar  que um bebê jogado no rio seria o escolhido por Deus para libertar o povo de Israel da escravidão?  Hoje todos conhecem o exemplo da fé  do filho de Joquebede,  Moisés, um grande referencial de fé, filho de uma Mãe em Oração que lutou, perseverou, sacrificou...

Mãe, se a condição que seu filho se encontra lhe deixou sem opções, não há mais o que fazer, faça como Joquebede, ouse, sacrifique, não aceite a sentença de morte, seja dos sonhos, física, espiritualmente, sentimentalmente, materialmente...  Para isso é preciso ousar em sua fé, sacrificar.

Creia que Deus tem um projeto muito grande para realizar através da vida de seu filho, assim como fez na vida de Moisés. 

Venha orar conosco, a sua causa é a nossa, e a sua vitória é a nossa alegria.



Um comentário:

Anônimo disse...

Não sei se tenho mais forças.gostaria muito de continuar lutando mais n sei se consigo.