16 de dez de 2012

MÃE, LEVANTE A CABEÇA E TAPE SEUS OUVIDOS!


 
Algo tem chamado a minha atenção desde que abracei este maravilhoso propósito, que é a condição de humilhação em que muitas mães vivem.
É uma grande verdade que mães sonham todos os dias, em ver seus filhos bem sucedidos, seja na escola, trabalho, casamento, na sociedade como pessoas respeitáveis, homens e mulheres de bem.  Pode passar o tempo, pode passar os anos, mas, os  sonhos de mãe não morrem, seguimos sonhando...
Porém, muitas vezes somos surpreendidas por situações que em nada parece com aquela que sonhamos para eles e, para nós, tornam-se pesadelos!
 
É exatamente nessa hora que a mãe eterna desejosa da realização dos seus grandes sonhos, "perde o chão". Quando se depara com filhos rebeldes, desobedientes, enveredados pelo mal caminho, desempregados, envolvidos no submundo das drogas, etc.. Ela se sente impotente e começa a sofrer com duas situações:
 
Decepção - pela condição do filho
 
Humilhação - pelo problema com o filho diante de pessoas que não aceitam a sua esperança em resolver esse problema, e pode ser por parte de familiares, vizinhos, marido ou ainda terceiros.
Não faltam pessoas para apontar, para criticar e culpar. Porém, mães tem uma característica muito importante e não podem esquecer-se dela jamais: mães são guerreiras! Verdadeiras leoas, ultrapassam muitas barreiras em prol da realização dos seus sonhos. Suportam aquelas contrações muitíssimo dolorosas quando estão para dar luz.
 
Então, por que muitas abaixam a cabeça? Por que muitas se desesperam? Por que muitas abaixam o olhar e jogam nas próprias costas um fardo pesado, difícil de carregar? Por que isso, se somos sonhadoras guerreiras?
Somos as únicas que podemos reverter esse quadro através da fé, através da oração sincera que elevamos a Deus neste proposito. Temos de seguir crendo nos nossos sonhos. Querida mãe, pense comigo novamente: 
                                                                    
 
Mães guerreiras andam de cabeça baixa? Andam envergonhadas e humilhadas? Como ver o alvo olhando pra baixo, onde só se tem a visão do chão? Não dá, não é mesmo? Mas, se a mãe arregaça as mangas, levanta a cabeça, empunham as armas da fé,  partem para a batalha, se lançam pra cima do inimigo, fechando os seus ouvidos para as palavras negativas que lançam sobre ela... VENCEM!
Vamos nos encher de forças e jogar fora do nosso caminho tudo aquilo que quer debilitar nossa confiança e fé, e todo aquele que quer roubar a realização de nossos sonhos!
 
Sigamos firmes olhando para o alvo!
Mães não desistem de seus filhos!

Sandra Lages - Mãe em Oração Rio de Janeiro
 
 

3 comentários:

PATRÍCIA ' disse...

Muito bacana este projeto, eu sou fruto de muita oração da minha mãe, ela sempre lutou por mim, mas eu era uma filha rebelde, respondia pra ela, falava super mal da igreja, Graças a Deus me converti e hoje sirvo a Deus , se não fosse pelas suas orações não estaria aqui hoje!
Beijos Deus Abençõe

PATRÍCIA ' disse...

Realmente eu sou fruto de muita oração da minha mãe, sempre fui uma filha rebelde, respondia pra ela, falava mal da iurd,Hoje sirvo a Deus :) mas se não fosse as orações não estaria mais aqui..
Deus Abençõe!
Bjs Pathy Scarabellot

Marcela Vincles Gaspar disse...

Que bacana, que Deus venha abençoar e venha alcançar os filhos através dessas mães. Eu também sou fruto da oração da minha mãe, apesar de crescer na IURD quis me desviar e graças a Deus e a minha mãe( de fé e oração) hoje estou aqui, feliz,casada com um homem de Deus,sou mãe e sirvo a Deus no altar.