16 de out de 2012

NÃO TÍNHAMOS DIÁLOGO AMIGÁVEL

 
Eu sou Katia Teixeira, tenho uma filha de 15 anos que desde muito pequena me deu trabalho. Há pouco tempo comecei o propósito por ela. Não sabia mais o que fazer, ela mais de uma vez pegou a faca para mim e disse que tinha vontade de me matar.
 
 
Constantemente me chamava de desgraçada, falava coisas que doíam muito, afinal ela é uma das pessoas que mais amo. Causava confusões para que eu e meu marido brigássemos. Ela tinha “algo” que a impedia de dormir em casa, sentia-se mal em seu quarto.
 
 
 
Praticamente todos os dias, ela dormia na casa da avó. Também na escola, estava tendo problemas. Não tínhamos diálogo amigável. Graças a Deus ela vem mudando e eu tenho orado para ter sabedoria para lidar com ela. Ela não me xinga mais, nunca mais pegou a faca para me ameaçar, tem dormido em casa. Não tem provocado mais intrigas entre eu e meu esposo. Aos poucos ela vem mudando e tenho certeza que logo ela estará totalmente transformada.
 
Katia Teixeira - Salvador - Bahia

Av. Genâro de Carvalho nº 10, Bairro Castelo Branco

Salvador - Bahia  - Mães Em Oração

Nenhum comentário: