14 de out de 2011

UM PEQUENO VENCEDOR


Tive a oportunidade de conhecer um pequeno vencedor, lindo com olhos muitos pretos e brilhantes. Mas esse brilho infelizmente, não era de alegria, e sim  de ódio, de mágoa profunda, cheio de  llágrimas que caíam com cascatas sobre seu rosto inundando suas palavras, permitindo apenas o silêncio.

Começamos a conversar e seu coraçãozinho tão carregado e endurecido, de repente se abriu...  De lá saíram raizes de profunda dor e decepção que deram origem aqueles sentimentos.

Sua mãe  há  tempo divorciada e vivendo somente com ele, num ataque de uma louca paixão, envolveu-se com um homem comprometido.
A dor dele nao era  pelo fato de sua mãe  encontrar alguém,  mas pelo fato de sua mãe ser a outra e  ele ter aprendido que isso não era correto. Aliás, quem o ensinou foi ela mesma! 

Vejam, esse era um grito dentro do  peito desse menino que não queria calar.  Sua  raiva aumentara quando o rapaz  deixou claro que não ficaria com ela e, a mãe  estava em estado deplorável,  arrasada e descontrolada.

" Tia,  como pode ele fazer isso? Eu odeio ,odeio, e odeio esse cara! "

Que marca! Que raiz se formara dentro daquele coracão!
Se as ervas daninhas  e os fungos que a atacaram a raiz dessa promissora árvore não forem eliminados, esse coração poderá  padecer por longos anos e consequentemente,  atingir a muitos, de formas diversas, com sua raizes ruins que crescerão dia a dia.

Isso nos faz refletrimos  acerca de nossas condutas e atitudes como mães, nossas escolhas refletem em os nossos filhos e eles são patrimônio de DEUS em nossas mãos!

Estamos orando pelo pequeno vencedor e temos a certeza as raízes ruins serão arrancadas.
O PODER DE DEUS através de nossas orações e a sua fe unida a nós,  vão   ajudá-lo a  perdoar a fraqueza de sua mãe, a atitude do rapaz e  a curar seu coração desses sentimentos tão dolorosos.

Sua  mãe  foi vitíma  do seu  próprio coracão,  de todo o engano,  de seus sentimentos e deixou-se levar por eles. E esse rapaz também, com quem se envolveu. Ambos caíram numa cilada  do mal.

Na hora em que o inesperado vem, a grande maioria das pessoas busca a solução, achando que vai resolver o problema, mas somente eliminando as raízes ruins que foram semeadas, é que há uma nova vida, um recomeço onde a felicidade pode brotar e fazer seus frutos salatr.

Pela fé temos essa condição, pois a ENERGIA DE DEUS é a única capaz de curar  todas as dores.

Como mães podemos evitar raízes ruins na vida de nossos filhos. Temos que cuidar de nossas atitudes. A fé nos dá condição de fazermos a escolha certo, pois a fé não age por sentimentos e emoções passageiras.

"O temor do SENHOR é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução." Provérbios 1:7

Na fe,

Lorena Sebastian

Nenhum comentário: